O caminho do avivamento

Home / Mensagem / O caminho do avivamento

Muito bem, eu quero, então, à luz do texto que foi anunciado, conversar um pouco com você sobre este importante assunto, que é “O caminho do avivamento”, e eu quero então citar o texto de Joel capítulo 2, porque ele é o profeta do avivamento, ele foi citado pelo apóstolo Pedro no dia de Pentecostes, como cumprimento da sua profecia, quando o Espírito Santo foi derramado sobre a igreja, e esse texto ele trata do caminho do avivamento. Foi um tempo de crise da nação de Judá, quando havia seca, quando havia fogo, quando havia gafanhotos, quando havia uma invasão militar, e nessa circunstância de crise terrível, Deus disse assim para o povo: “Ainda assim, agora mesmo, diz o Senhor, convertei-vos a mim de todo o vosso coração”. Quero chamar sua atenção para o fato de que o avivamento vem mesmo quando a crise está assolando o povo de Deus. A crise é uma espécie de prelúdio do avivamento, é quando todos os recursos da terra se esgotam, é que o homem se volta para Deus, e Deus age soberana e sobrenaturalmente, trazendo um tempo de restauração para o seu povo.

Mas qual é o caminho do avivamento? Então, vejamos que a primeira coisa é uma volta para Deus: “convertei-vos a mim”. Não é uma questão de religião, não há questão de frequentar a igreja, de cumprir determinados rituais sagrados, é uma volta pessoal para Deus, convertei-vos a mim. Talvez você seja uma pessoa muito religiosa, talvez você seja até líder na sua igreja, mas isso não passa de um verniz religioso, de um legalismo religioso, que não tem nada a ver, a princípio, com uma relação de intimidade com Deus; então, o avivamento começa quando você se volta para Deus.

Mas em segundo lugar, essa volta precisa ser uma volta profunda, porque o texto diz: convertei-vos a mim de todo o vosso coração; não é algo raso, supérfluo, superficial, ao contrário, é uma volta para Deus de verdade, é de todo o coração, é com profunda sinceridade. Há muitas pessoas que se voltam para Deus, mas com o coração dividido, amo a Deus e amam o mundo, amam a Deus e amam o pecado, amam a Deus e amam a riqueza, e aí o coração fica dividido, e um coração dividido não vai alcançar a promessa de Deus de um poderoso reavivamento espiritual. Mas em terceiro lugar, essa volta para Deus é uma volta com diligência, porque diz assim: “convertei-vos a mim com jejuns”. Eu não sei se você conhece, ou experimentou, ou tem a experiência mais próxima com o jejum; o que é jejuar? Não é fazer regime para emagrecer, não é pra você apenas cuidar da sua performance física; jejum é uma disciplina espiritual, quando você se abstém do pão da terra para se alimentar do pão do céu, quando você se alimenta, você se alimenta do símbolo do pão do céu, o pão da terra é um símbolo do pão do céu, mas quando você jejua, você se abstém do símbolo, para se alimentar do próprio pão do céu, jejum é fome de Deus, jejum é quando você tem pressa para estar na presença de Deus, é quando você se abre mão do bom para você receber o melhor, e o melhor é a presença de Deus na sua vida.

Clique e assista ao vídeo desta mensagem!

Mas ainda, é uma volta com o quebrantamento, porque o texto diz: “convertei-vos a mim com choro e com pranto. Eu pergunto a você: que experiência você tem de se voltar pra Deus desta forma? Reconhecendo o seu pecado, chorando pelo seu pecado, entristecido pelo seu pecado, que é maligníssimo, que conspira contra a santidade de Deus. Se você não conhecer a intimidade de Deus, você vai pecar e achar que isso não tem problema; você vai se deleitar no pecado em vez de se deleitar em Deus; você vai se imiscuir com toda sujeira do pecado e achando que está tudo bem com sua vida; você vai beber todas as taças dos prazeres deste mundo, porque você não conhece o que é as delícias da mesa de Deus. Então, é preciso choro, sim! É preciso quebrantamento, sim! É preciso pranto, sim, ao voltar-se para Deus!

Mas ainda, essa volta pra Deus é uma volta urgente; o texto diz assim: ainda assim, agora mesmo, convertei-vos a mim, ou seja, mesmo quando você vê a nação assolada por crise moral, por crise política, por crise econômica, por crise religiosa e espiritual; mesmo quando você olha para igreja e o cenário não é um cenário tão alvissareiro e otimista, mesmo quando você olha para a sua família e vê a crise instalada lá dentro, mesmo quando você sonda o seu coração e percebe que as coisas não estão bem, ainda assim, a despeito dessa crise toda, volte-se para Deus e ele é poderoso para restaurar a sua sorte.

Mas finalmente, esta volta para Deus tem que ser sincera, o texto diz assim: “rasgai o vosso coração e não às nossas vestes, e convertei-vos ao Senhor”; em outras palavras, você e eu muitas vezes temos a tendência de impressionar as pessoas que estão à nossa volta, a gente vende uma ideia de que somos os melhores do que de fato somos, nós fazemos propaganda enganosa de uma espiritualidade que não temos, nós rasgamos as nossas vestes, porque isso os homens vêem, isso impressiona as pessoas, mas Deus está dizendo, eu não me impressiono com aquilo que impressiona as pessoas, eu quero verdade no íntimo, eu quero não vestes rasgadas, eu quero um coração rasgado na minha presença, como sinal de verdadeiro arrependimento. Quem deve se voltar para Deus? Os líderes, os jovens, as crianças, os casais, todos devem se voltar para Deus, devem convocar uma assembleia solene para se voltarem para Deus. Agora, qual é a promessa? Eu vou dizer para você qual é a promessa; está no capítulo 2 de Joel, versículo 28: “E acontecerá depois que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, vossos filhos e vossas filhas profetizarão, vossos velhos sonharão, e vossos jovens terão visões, e até sobre os servos e sobre as servas eu derramarei o meu Espírito naqueles dias. Veja você, que você precisa percorrer um caminho, existe uma exigência, existe um preço a ser pago, se nós buscarmos a Deus, Deus promete derramar sobre nós do seu Espírito, foi o que aconteceu no dia de Pentecostes; aqueles discípulos estavam dez dias no cenáculo, orando unanimemente, perseverantemente, quando, de repente, veio do céu som com um vento impetuoso, línguas como de fogo caíram sobre cada um deles, e todos ficaram cheios do Espírito Santo e Deus ali cumpriu a promessa de Joel, e esta promessa é para você, essa é a promessa para os nossos filhos, essa promessa para aqueles que estão longe, para quantos o Senhor nosso Deus chamar, esta promessa é para hoje, esta promessa é para nós.

Ainda assim, agora mesmo, diz o SENHOR: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, com choro e com pranto. Rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes, e convertei-vos ao SENHOR, vosso Deus, porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal. Joel 2.12-13.

Rev. Hernandes Dias Lopes

Recommended Posts