Vencendo gigantes

Home / Mensagem / Vencendo gigantes

Você e eu sabemos que os os gigantes ainda existem e eles são muitos; e eles são insolentes; eles tentam nos humilhar, nos assustar, nos fazer recuar com as pernas bambas de medo. Gigante é tudo aquilo que parece ser maior do que você, tudo aquilo que desafia você, assusta você. Há gigantes fora de nós e há gigantes dentro de nós. Há gigantes que nós os criamos no laboratório do próprio medo e eles se levantam como fantasmas para nos assustar. Um gigante pode ser uma circunstância, pode ser um sentimento, pode ser um relacionamento, pode ser um pecado, um vício, pode ser algo que você não consegue administrar. O texto que nós lemos fala nos de uma batalha travada entre o exército de Israel e o exército filisteu. Naquela época as batalhas eram conflagrações de enfrentamento físico; um exército de um lado, o outro do outro, eles entravam então em um grande embate físico. Diz o texto que do lado dos filisteus surge um gigante chamado Golias, o homem media 3 metros de altura; só a ponta da sua lança pesava oito quilos; trajado de uma armadura que pesava mais de 60 quilos; e este homem afrontam os soldados de Israel dizendo: “não precisa lutar, dê-me um homem para lutar comigo, se eu vencer, vocês nos servirão, se ele vencer, nós serviremos vocês”. E durante 40 dias, duas vezes por dia, esse gigante afrontou os soldados de Israel, e eles fugiram com as pernas bambas de medo. Pois é neste momento da debandada geral, que chega neste acampamento o jovem Davi; ele quer saber que burburinho é esse, e informam a ele que é um gigante imbatível. E ele então pergunta: “mas quem é esse incircunciso filisteu que está afrontando os exércitos do Deus vivo?”. E Davi se dispõe a enfrentar o gigante e a vencê-lo. Bom, então eu preciso saber quais são as marcas de um vencedor de gigantes.

Primeiro lugar, o vencedor de gigantes é aquele que não escuta a voz dos pessimistas. Quando Davi chega, todo mundo está dizendo para ele: não, esse gigante é imbatível, esse gigante não cai, é melhor fugir, não dá para enfrentar esse gigante; os pessimistas vão sempre dizer para você: “é melhor fugir, não é seguro enfrentar”. Mas um vencedor não tem os seus ouvidos abertos a voz dos pessimistas, ele crê que se Deus for por ele, ele triunfará; essa luta não é minha, essa luta é de Deus, e Deus vai me dar a vitória.

Clique e assista ao vídeo desta semana!

Segundo lugar, um vencedor é aquele que não fica supervalorizando as dificuldades do passado, mas olha as oportunidades do presente. O texto diz que quando os filhos de Jessé foram convocados para aquela guerra, foram convocados os três mais velhos, Davi era o caçula, ninguém pensou nele, ninguém se lembrou dele, ele foi desprezado, rejeitado, o nome dele nem mencionado foi. Mas o único homem que tinha coragem de enfrentar um gigante, nem convocado foi para a guerra. Talvez as pessoas olhem para você e não acreditem em você, no seu potencial, nos seus talentos, nos seus dons; mas o que importa é que você confia em Deus, espera em Deus, e sabe que se Deus lutar as suas guerras, você vai vencer, você vai triunfar, e foi isso que Davi fez.

Terceiro, o vencedor gigantes é aquele que primeiro vence os seus críticos. Quando Davi se dispõe a enfrentar aquele gigante, a primeira pessoa que se levanta para criticá-lo foi o seu irmão mais velho. Não há vitória sem lidar com críticas, antes de você vencer os seus gigantes, você precisa aprender a lidar vitoriosamente com seus críticos. Os críticos são aqueles que, de forma contumaz, querem desanimar você, querem rebaixar você, querem humilhar você, querem colocar você numa situação de constrangimento diante dos seus pares, mas Davi não se deixou vencer pelas críticas amargas de seu irmão; ele não gastou tempo, nem energia, discutindo com seus críticos, ele tinha um foco: era vencer aquele gigante para que a glória de Deus se manifestasse.

Quarto, um vencedor gigante é aquele que não usa armas alheias, mas especializa-se no que faz. Quando Saul colocou armadura dele sobre Davi, ele nem conseguiu andar, ele tirou aquela tralha de cima dele, foi lá, pegou uma pedra, colocou na sua funda, e diz assim: com essa pedra aqui eu sou um doutor, eu sou capaz de acertar um fio de cabelo, quanto mais a testa de um gigante. Davi não tinha só coragem, Davi tinha preparo; os vencedores de gigantes são aqueles que confiam em Deus, mas são zelosos em fazer o que fazem para a glória de Deus.

Finalmente, um vencedor de gigantes é aquele que compreende que apesar e a despeito do seu preparo, reconhecem que a vitória vem de Deus. Davi disse para aquele gigante insolente: você vem contra mim com espada, com o escudo, mas eu vou contra você em nome do Senhor dos exércitos, para que toda a terra saiba que há Deus em Israel, o Senhor entregar você nas minhas mãos. A nossa vitória não decorre da nossa inteligência, a nossa vitória não decorre da nossa força, a nossa vitória não decorre das nossas estratégias, a nossa vitória vem de Deus, é Deus quem lutas nossas batalhas, é Deus que nos conduz em triunfo, é Deus que nos dá a vitória.

Talvez a maior de todas as batalhas que você enfrenta, é contra o seu próprio pecado, contra suas fraquezas, contra os seus deslizes morais, contra suas quedas repetidas; e você que talvez tem vigor, você que tem saúde, você que tem dinheiro, você que tem amigos, você que tem família, tantas vezes tem sido derrotado fragorosamente neste campo da moral, da ética; você tem sido dominado por vícios, por pecados, por mazelas morais; eu quero dizer para você que Jesus Cristo é aquele que fortalece as nossas mãos para a batalha, é ele quem nos dá a vitória, é ele quem traz pra nós retumbante vitória, é nele que você é mais do que vencedor. Essa luta não pode ser vencida com armas carnais, você precisa de armas poderosas, armas espirituais, poderosas em Deus para destruir fortalezas e anular sofismas. Você precisa, eu também, da pessoa de Jesus Cristo, porque ele é quem nos conduz em triunfo, é dele que vem a nossa vitória.

“Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens contra mim com espada, e com lança, e com escudo; eu, porém, vou contra ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado. Hoje mesmo, o Senhor te entregará nas minhas mãos; ferir-te-ei, tirar-te-ei a cabeça e os cadáveres do arraial dos filisteus darei, hoje mesmo, às aves dos céus e às bestas-feras da terra; e toda a terra saberá que há Deus em Israel. Saberá toda esta multidão que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; porque do Senhor é a guerra, e ele vos entregará nas nossas mãos”

Rev. Hernandes Dias Lopes

Recommended Posts