Ansiedade

Home / Devocional / Ansiedade

Por isso vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Mateus 6.25.

 

Verdade

A ansiedade talvez seja um dos problemas mais democráticos que existem. A ansiedade não escolhe idade; ela atinge crianças, jovens, adultos e idosos; atinge as classes sociais mais distintas: os pobres, a classe média e os ricos. A ansiedade não escolhe a raça e não escolhe o credo. A ansiedade atinge todos os tipos de pessoas.

Os motivos que levam uma pessoa a ficar ansiosa são os mais distintos, e vão desde problemas familiares, trabalho, finanças, até problemas ligados a saúde ou o próprio sentido da vida. Mas o certo é que a ansiedade nos assalta quando menos esperamos e parece nos sufocar e estrangular. Perdemos o sono, a vontade de comer, de trabalhar e muitas vezes a vontade de viver.

Jesus Cristo fala sobre a ansiedade durante o Sermão do Monte, e apesar de se dirigir aos discípulos primariamente, havia muitos o ouvindo; e no contexto em que fala da ansiedade, ele alerta que os tesouros terrenos não trazem a satisfação esperada, não valem à pena (Mt 6.19-21), ofuscam a visão da vontade de Deus (Mt 6.22-23), e trazem em si o risco à idolatria (Mt 6.24). Logo, a busca por bens, mesmo que sejam os mais básicos, não podem estar no centro das nossas atenções (Mt 6.25).

E a partir destes pressupostos, Cristo mostrou alguns parâmetros que nos ajudam a vencer a ansiedade: primeiro, dando mais valor às pessoas do que as coisas (Mt 6.25); segundo, sabendo que Deus providencia todas as coisas (Mt 6.26, 28-30); terceiro, entendendo que é Deus quem tem o controle do curso da história (Mt 6.27); quarto, tendo em mente que ele conhece nossa real necessidade (MT 6.32); e por fim, buscando o reino de Deus acima de todas as coisas (Mt 6.33-34).

Vida

Buscar o Reino de Deus implica uma vida centrada em Cristo. Somente uma vida tendo Cristo em primazia poderá desfrutar de consolo, descanso e tranquilidade. Ele nos leva às águas tranquilas e refrigera a alma (Sl 23); e mesmo que as dificuldades nos ameacem, podemos lançar sobre ele toda a nossa ansiedade, porque ele tem cuidado de nós (1Pe 5.7).

Timóteo Sales

Recent Posts