Não tenha medo, tenha fé

Home / Mensagem / Não tenha medo, tenha fé

joel-bengs-498722-unsplashA Bíblia diz que Jesus Cristo passara todo o dia ensinando as parábolas do Reino, às margens do mar da Galileia; um lago de águas doces de 21 quilômetros de comprimento, por 14 de largura, a 220 metros abaixo do nível do mar mediterrâneo, encurralado pelas montanhas de Golã, do lado oriental, e das montanhas da Galileia do lado ocidental. Então a tarde Jesus entrou no bar com os discípulos e disse: “passemos para a outra margem”. Enquanto eles navegavam, Jesus pegou um travesseiro e foi para a popa do barco e dormiu; estava cansado e exausto de ter ensinado durante o dia todo, e neste momento então, subitamente eles são colhidos por uma terrível tempestade. Os discípulos tentaram resolver o problema usando seu expertise, o seu conhecimento, a sua experiência, alguns deles eram pescadores que conheciam cada palmo daquele lago. Mas o mar ficava cada vez mais bravo, as ondas cada vez mais revoltas, o vento cada vez mais furioso, o barco já estava se enchendo de água quando os discípulos capitulados ao medo vão a Jesus, acordam Jesus, e diz: “mestre, não te importas que pereçamos?”.

Às vezes nosso coração é assaltado de medo, tem horas que parece que tudo conspira contra nós, há momentos em que as tempestades da vida nos apanham de surpresa e tiram do controle das nossas mãos o leme, e nós ficamos à deriva, ameaçados pelas circunstâncias carrancudas, e o nosso coração empapuçado de medo. É nesse momento, diz a Bíblia, que Jesus se levanta e repreende o vento, repreende o mar, dizendo: acalma; diz ao vento: emudece. E então Jesus se dirige aos seus discípulos fazendo-lhe uma pergunta: Por que sois assim tímidos? Como é que não tendes fé? Por que vocês estão com medo? Por que vocês não têm fé? A grande pergunta é se você e eu estivéssemos lá na mesma circunstância, se nós estaríamos com fé ou dominados pelo medo? Quando os problemas fogem do nosso controle, quando a crise mostra pra nós a sua carranca, quando a dor pulsa e lateja no nosso peito, quando a circunstância da vida parece que está crescendo a tal ponto de que a morte parece inevitável, é claro que pela nossa fragilidade nós também ficamos com medo. Mas Jesus diz que mesmo que as circunstâncias sejam assim, nós podemos ter fé e não medo. A grande pergunta é: por que aqueles discípulos deviam ter fé e não medo?

Encontramos no texto bíblico quatro razões pelas quais aqueles homens deviam ter fé e não medo: primeiro, eles deviam ter fé e não medo por causa da promessa de Jesus. Jesus disse: passemos para a outra margem. Se Jesus disse passemos para a outra margem, o destino deles era a outra margem e não o naufrágio. Promessa de Jesus e realidade são a mesma coisa. Nós ficamos com medo também porque duvidamos que aquele que fez a promessa é fiel para cumpri-la. Nenhuma das promessas de Deus cai por terra, porque ele vela pela sua própria palavra em a cumpri-la.

0649 - Não tenha medo, tenha féSegundo, por que eles deveriam ter fé e não medo? Por causa da presença de Jesus; Jesus estava dentro daquele barco, pois Jesus é o criador do mar, Jesus é o criador do vento, e a criatura não pode desafiar o criador e prevalecer sobre ele. Nós, às vezes, também ficamos com medo, sabe por quê? Porque nós duvidamos de que Jesus está conosco; foi ele quem prometeu: eis que eu estou convosco todos os dias até à consumação dos séculos. Não é que o problema não exista, não é que o vale da sombra da morte não esteja diante dos nossos olhos, mas se ele está conosco, podemos dizer “eu não temerei mal nenhum”.

Terceiro, por que eles deveriam ter fé e não medo? Eles não ter feito ao medo não apenas por causa da promessa e da presença, mas também por causa da paz de Jesus. Jesus estava dormindo naquele barco; a grande pergunta é: será que ele sabia que a tempestade viria? E a resposta: é claro que sabia; e se sabia, por que dormiu? Ele dormiu porque sabia que tudo estava rigorosamente sob controle. A verdadeira paz não é a ausência de problema, a verdadeira paz, e tranquilidade, e serenidade, é saber que no meio da tempestade Jesus está no controle; mesmo que a tempestade seja maior do que as suas forças, mesmo que você já tenha perdido o comando do barco da sua vida, Jesus está no controle. Você pode ter paz, você pode descansar nele, ele é o seu auxílio, ele é o seu refúgio, ele é o seu socorro bem presente na hora da tribulação. Mas em quarto lugar, por que eles deviam ter fé e não medo?

Primeiro, por causa da promessa; segundo, por causa da presença; terceiro, por causa da paz; quarto lugar, por causa do poder de Jesus. Marcos reúne ao redor desta passagem quatro fatos que retrata o poder de Jesus. Aqui, Jesus tem todo o poder sobre as leis da natureza, em seguida Jesus desembarca em uma região chamada de Decápolis, e ali tem um homem endemoninhado, furioso, nu, gritando de dia e de noite, se ferindo com pedras, e Jesus faz essa viagem depois de uma tempestade para libertar aquele homem tomado por uma legião de demônios; porque ele tem poder sobre as leis da natureza e tem poder sobre os demônios. Depois ele retorna, e uma mulher hemorrágica toca na orla de suas vestes e a sua hemorragia é estancada; Jesus tem poder e autoridade sobre as enfermidades. Dali Jesus vai pra casa de Jairo, e a sua filha de 12 anos está morta e Jesus a ressuscita, ele também tem poder e autoridade sobre a morte. Tem poder sobre a natureza, tem poder sobre os demônios, tem poder sobre a doença e tem poder sobre a morte; ele tem todo o poder, então você não precisa ter medo, você precisa ter fé. O que é que está intimidando o seu coração? Do que você está com medo? Medo da vida? Medo da morte? Medo da separação? Medo do casamento? Medo da solidão? Medo da multidão? Medo da doença? Medo da velhice? Medo da crise política? Medo da crise financeira? Você não precisa ter medo, você pode ter fé, ponha seus olhos em Jesus, confia nele, descansa nele, e o mais ele fará por você. Agora é hora de você confiar em Jesus e tirar do seu coração todo o medo.

E ele, despertando, repreendeu o vento e disse ao mar: — Acalme-se! Fique quieto! O vento se aquietou, e tudo ficou bem calmo. Então Jesus lhes perguntou: — Por que vocês são tão medrosos? Como é que ainda não têm fé? E eles, possuídos de grande temor, diziam uns aos outros: — Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem? Marcos 4.39-41

Rev. Hernandes Dias Lopes

Recommended Posts