Busca implacável

Home / Devocional / Busca implacável

“Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que estabeleceste”. Salmos 8:3

 

Verdade

Cada dia que passa o homem alça maiores voos. Desde os balões, em poucos séculos de intervalo, o homem conseguiu sair do chão e chegar ao espaço. Esses feitos parecem úteis e ajudaram muito na melhoria da qualidade de vida. Porém temos vivido uma busca estranha por novos planetas, cometas, galáxias, vida, mesmo que seja microscópica. Essa busca é estranha, pois um dos pressupostos para tantos investimentos é a busca pela origem da vida, já que, segundo eles, ela não estaria em Deus.

Davi ao olhar para a criação, mais especificamente para os céus, percebeu que a majestade de Deus é revelada, que o homem foi privilegiado na criação com a graça divina, que toda a majestade revelada deve levar o homem a honrar ao Senhor. É por isso que é um equívoco os gastos de milhões e milhões de dólares em pesquisas que tenham o objetivo de provar uma suposta autonomia humana e inexistência divina; pois a criação por si só já proclama a glória de Deus (Sl 19). O foco deveria ser a descoberta dos tesouros escondidos por Deus na Criação; tesouros esses que revelam a glória de Deus, e de fato são para benefício e deleite do homem.

Logo, olhando para o salmo 8, precisamos entender que nossos anseios, curiosidades, nossos alvos de busca precisam ser norteados pelas Escrituras. Primeiro, porque o objetivo para o qual fomos criados é a glória de Deus. E se fomos criados para a glória dele, precisamos refletir isso quando traçamos objetivos em nossa vida, seja na família, no trabalho, nos estudos ou na igreja. Segundo, porque fomos agraciados pelo próprio Deus com o domínio sob a sua criação, isso implica que a própria capacidade de pesquisa e desenvolvimento vem dele, portanto, buscar algo contrário à sua glória é gravíssimo, é usar as estruturas criadas por Deus, contra ele.

Vida

Jesus disse que a sua comida e bebida consistia em fazer a vontade do Pai (Jo 4.34), portanto, tendo Cristo como modelo, substituto e alvo (Fp 3.14), nossa busca implacável deve ser, com o auxílio do Espírito, a de chegarmos à perfeita varonilidade de Cristo (Ef 4.13).

Timóteo Sales

Recent Posts