Aliança com os olhos

Home / Devocional / Aliança com os olhos

“Fiz aliança com meus olhos; como, pois, os fixaria numa donzela?” Jó 31.1

Verdade

Certa vez ouvi de um designer, que havia um propósito sensualizado na produção do design de alguns produtos que não possuíam essas finalidades. Produtos simples e com finalidades tão nobres, como os alimentos, carregando a sensualidade no seu formato. E de fato, não é difícil encontrar esse fenômeno ao nosso redor.

Infelizmente, após a queda, todas as áreas foram afetadas pelo pecado, e a arte não foi blindada deste problema; de modo que, ao olharmos para todos os “lados”, a sensualidade tem sido marca e pedra de tropeço para muitos. Diante disso, levantamos estas questões: como reagir diante de tal situação? Como fazer com que a concupiscência dos olhos não seja motivo de tropeço contra o próximo e principalmente contra o nosso Deus?

Jó é um dos homens na Bíblia de maior irrepreensibilidade. Alguém que o próprio Deus diz ser integro, justo e que se desvia do mal. E é dos lábios dele que sai uma das mais fortes declarações contra a concupiscência dos olhos: “Fiz aliança com meus olhos; como, pois, os fixaria numa donzela?” (Jo 31.1).

Jó enfatiza que nisso não há recompensa da parte de Deus, que é perdição para o iníquo, que é infortúnio dos maldosos, e que não é oculto aos olhos de Deus.

De fato, a sensualidade é um mal condenado em toda a Escritura. A queda expôs a vergonha dos órgãos responsáveis pela geração da vida, pois a vida transformara-se em morte, em vergonha. Mas o homem continua insistentemente andando na contramão da vontade de Deus, como que rejeitando “as roupas de pele preparadas pelo próprio Deus”, e insistindo em insinuar ou exibir aquilo que Deus quis cobrir.

Vida

A vestimenta contra a vergonha no Éden foi feita pelo próprio Deus com peles de um animal morto, e apontava para a consumada obra de Cristo, morto na cruz. Ele mesmo falou sobre o perigo da sensualidade, e só ele é capaz de guardar os nossos olhos, por meio de uma aliança não só com os olhos, mas firmada no seu sangue.

Timóteo Sales

Recent Posts