Vencendo as angústias da alma

Home / Mensagem / Vencendo as angústias da alma

marNós estamos num tempo tão difícil. O apóstolo Paulo escrevendo a Timóteo disse que são tempos furiosos. Tempos de grandes tensões na alma, nos relacionamentos, relações difíceis dentro de casa, no trabalho, na igreja, na sociedade e no mundo. São muitas as angústias que cercam, que rondam o nosso coração. Há muitas pessoas aflitas, há muitas pessoas depressivas, há muitas pessoas ansiosas, há muitas pessoas com medo do amanhã, há muitas pessoas amarradas, acorrentadas por vícios terríveis, por hábitos destruidores, há muitas pessoas flertando com a morte, pensando em suicídio, há muitas pessoas que não superaram os traumas da infância, os abusos sofridos, há muitas pessoas que não sabem lidar ou estão muito aflitas com perdas, sejam materiais, sejam emocionais, sejam relacionais, há muitas pessoas enfrentando o drama do luto, da despedida.

Hoje eu quero tratar com você: “Como vencer essas angústias da alma?”. E quero remeter você ao texto de João 14. Jesus está no cenáculo com seus discípulos, mergulhado na sombra da cruz; a alma de Jesus já está sendo cercada por uma grande angústia, porque ele sabe para que veio ao mundo e ele em breve estará se dirigindo ao Getsêmani, aonde travará uma batalha de sangrento suor, onde vai derramar a sua alma na morte, onde vai beber o cálice amargo da ira de Deus contra o nosso pecado, ao se colocar como o nosso substituto para levar sobre si o nosso pecado, a nossa iniquidade, e ser traz passado por elas. Ele sabe que os seus discípulos, ali no cenáculo, estão aflitos, angustiados, perplexos, até com a convicção de que Jesus vai partir, vai morrer, vai ressuscitar, vai voltar para o céu, para derramar então seu Espírito. E é nesse contexto que Jesus se dirige aos discípulos assim: “não se turbe o vosso coração, credes em Deus, crede também em mim, na casa de meu pai há muitas moradas, se não fosse assim eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar e quando eu for e vos preparar lugar, eu voltarei para vós mesmos, para que onde eu estou, estejais vós também”. Como é que você vence angústia?

Em primeiro lugar, você vence a angústia pela fé. Quando você põe a sua confiança em Deus e no seu filho Jesus Cristo. Não é possível você viver em paz neste mundo de guerra e turbulências sem fé, mas eu não estou falando em fé na fé, eu não estou falando em fé na religião, eu estou falando em fé num ídolo, eu não estou falando em fé em você mesmo, no seu partido político, na sua ideologia, eu estou falando de uma fé específica na pessoa de Jesus Cristo. É quando você confia nele, é quando você crê nele, é quando você faz dele o seu Deus, o seu refúgio, a sua fortaleza, a razão da sua vida, é que você é consolado e fortalecido para enfrentar os dilemas e as tempestades da vida. A fé é esta a bússola que vai guiar você no mar revolto da vida, a fé é esta bandeira que vai tremular em seu caminho dando direção a sua jornada. Você precisa pôr sua confiança em Jesus.

A segunda razão para você vencer as angústias da alma é tirar os olhos apenas do aqui e do agora, e coloca-los no futuro, na eternidade, no céu, na casa do Pai, onde Jesus preparou para nós um lugar. Se a nossa esperança estiver limitada apenas esta vida, diz o apóstolo Paulo que nós seremos os mais infelizes de todos os homens. Olha comigo o cenário das pessoas mais ricas, elas estão em paz? Não! As pessoas que mais se matam são as pessoas mais ricas, são as pessoas mais cultas. Porque elas, depois de alcançar todos os troféus que desejaram na vida, percebem que estas coisas não satisfazem. Então ponha os seus olhos não só em Cristo, mas naquilo que ele preparou para você. A Bíblia diz que Deus tem para nós uma vida eterna, onde não vai ter dor não vai ter lágrimas, não vai ter luto, onde nós teremos um corpo novo semelhante ao corpo da glória de Jesus e nós estaremos com ele, reinaremos com ele para todo sempre. É quando você tira os seus olhos daqui e coloca os seus olhos na eternidade, no céu, na casa do Pai, na recompensa eterna, é que você então passa pelas turbulências da vida vitoriosamente. O apóstolo Paulo chegou a dizer que os sofrimentos do tempo presente não são para comparar com as glórias por vir a serem reveladas em nós, porque a nossa leve e momentânea tribulação vai produzir para nós eterno peso de glória.

Clique e assista ao vídeo desta mensagem!

Clique e assista ao vídeo desta mensagem!

Mas finalmente, você pode vencer as angústias da alma quando você entende que este mundo não caminha para um desastre, que este mundo não é um caminhão sem freio ladeira abaixo, que Jesus vai voltar, e que ele vai conduzir a história para uma consumação gloriosa, onde a vitória será de Cristo e do seu povo. Jesus vai voltar, ele disse: eu voltarei e vos levarem para mim mesmo, para que onde eu estou, estejais vós também. A volta de Jesus é uma promessa absolutamente confiável, ele virá fisicamente, visivelmente, inesperadamente, repentinamente, inescapavelmente, poderosamente e gloriosamente.

E se você agora fez dele o seu refúgio, a vida dele será o dia mais glorioso da nossa história, quando nós deixaremos este mundo de dor e sofrimento, haverá novos céus e nova terra, e nós reinaremos com ele para sempre, sempre, sempre. Os troféus mais bonitos deste mundo tornar-se-ão palha, porque nós tomaremos posse de uma herança imarcescível, gloriosa, sem mácula. Onde nós não teremos mais qualquer sintoma de dor ou angústia na alma, mas nós reinaremos com ele, desfrutaremos da companhia dele, e desfrutaremos da glória dele, e trabalharemos para ele por toda a eternidade. Agora mesmo você pode ter o seu coração consolado por essas verdades descritas na Palavra de Deus.

“Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também”. João 14.1-3

Rev. Hernandes Dias Lopes

Recommended Posts
brotar secosegurança