Tempos difíceis

Home / Mensagem / Tempos difíceis

arvore sem folhasO apóstolo Paulo estava preso em Roma, na sua segunda prisão ele estava numa masmorra úmida, fria, insalubre, com a plena convicção de que sairia dali para o martírio. O cristianismo estava enfrentando os tempos mais terríveis, porque o maior crime do império, o incêndio de Roma, foi colocado sobre as costas dos cristãos, um massacre, uma chacina, uma perseguição crudelíssima veio sobre a igreja por causa disso. Paulo está preso, muitos o abandonam, e ele está preso não como um apóstolo, mais preso como um malfeitor; Paulo olha o seu tempo, Paulo vislumbra o futuro e descreve para nós algo extremamente chocante, e ele diz: “sabe porém isto, nos últimos dias sobrevirão tempos difíceis”.

A primeira coisa que Paulo alerta para nós é a necessidade de nós termos olhos abertos pra lermos a realidade que nos cerca, para nós não agimos como avestruz que bota a cabeça na terra e pensa que o perigo não existe, para não sermos inocentes úteis nas mãos dos espertalhões, e nem vivemos alienados no tempo em que existimos. A palavra “difíceis” aqui na língua original é a mesma palavra usada lá e Marcos capítulo 5 para aquele endemoniado gadareno “furioso”. A ideia é de que esses tempos difíceis são acionados pela fúria do diabo, há uma orquestração do mal, há uma operação do erro, há a uma mente maligna por trás de muitos acontecimentos, não obstante o homem ser mal e corrompido, e o mal proceder do coração humano. Mas Paulo nesse texto elenca três razões pelas quais vivemos esses dias furiosos.

Primeiro lugar, Paulo disse que os tempos são furiosos porque o amor do homem está direcionado para si mesmo, e diz os homens serão egoístas, e esta palavra “egoísta”, no grego, significa amante de si mesmo. É o homem que se coloca no centro de todas as coisas, ele quer tudo pra si, ele quer o prazer para si, ele olha o seu próximo como alguém a ser explorado, porque o propósito da sua vida é satisfazer o seu coração, seus desejos, suas vontades, seus caprichos, suas paixões, e beber todas as taças dos prazeres, porque ele é o centro do universo e precisa ser satisfeito em todas as suas exigências e necessidades imediatas. O mundo está de ponta-cabeça, o mundo está completamente arruinado moral, emocional, psicológica e espiritualmente, porque o homem egoísta; ele não ama o seu próximo, ele não cuida do seu próximo, ele não busca o bem-estar do seu próximo, ele busca a satisfação da sua própria vontade.

Segundo lugar, Paulo diz o mundo está assim e você precisa saber disso porque os homens são avarentos, e a palavra avarento literalmente significa “amantes da prata, amantes do dinheiro”. O que você nota hoje é que os grandes crimes são praticados por causa do amor ao dinheiro, olhe a república federativa do Brasil, grandes empresários, políticos expoentes, homens que já eram extremamente ricos, ainda se envolvendo em práticas ilícitas de corrupção, assaltando o erário público, tomando aquilo que deveria suprir a necessidade dos pobres, pessoas morrendo nas filas dos hospitais porque o dinheiro foi desviado para a conta dos poderosos, as estradas esburacadas pelo país afora trazendo e ceifando tantas pessoas em acidentes terríveis, porque o dinheiro, que deveria ser levado para a construção das estradas, está sendo desviado para abastecer as contas bancárias nababescas em paraísos fiscais. Por que tanta violência? Exatamente pelo amor do dinheiro, a Bíblia diz que o amor do dinheiro é a raiz de todos os males, o mundo está assim em polvorosa, exatamente porque os homens são amantes de si mesmos e os homens são amantes do dinheiro, é a ganância desenfreada. Quando a pessoa bota o seu coração no dinheiro, ela nunca vai ficar satisfeita, nunca. Ele pode ser a pessoa mais rica do mundo, ele quer mais, ele pode ser a pessoa mais rica do Brasil, ele quer mais, ele pode ser o empresário mais rico do Brasil, ele quer mais, é um saco sem fundo, porque o dinheiro não preenche esse vazio, porque não atende a essa necessidade.

Clique e assista ao vídeo desta mensagem!

Clique e assista ao vídeo desta mensagem!

Sabe porém isto, nos últimos dias sobrevirão tempos difíceis, em terceiro lugar, porque Paulo diz que os homens serão amantes dos prazeres mais do que Deus. Eu chamo a sua atenção porque Paulo, lá no primeiro século, já identificou os três grandes problemas que levam o homem à ruína, quais sejam: dinheiro, sexo e poder. Vivemos numa sociedade amante do prazer, promíscua, em uma sociedade que não tem mais decência, rasgaram-se todos os códigos da decência, onde não tem mais pudor, onde não tem mais fidelidade conjugal, onde as pessoas invertem os valores, o certo é o errado, o errado é o certo, onde homens com o homens se inflamam, mulheres com mulheres se inflamam e chamam isso de amor quando a Bíblia diz que é uma paixão infame.

Hoje nós estamos vivendo numa sociedade em que incentiva e estimula toda prática de iniquidade e de promiscuidade sexual, o que se passa hoje dentro da realidade brasileira é despejada dentro da nossa sala, induzindo o povo às práticas mais vergonhosas de pecado. E Paulo diz: sabe porém isto, porque o homem é amante do prazer, é amante do sexo, é amante do dinheiro, é amante de si mesmo, a sociedade está assim. O que fazer? O apóstolo Paulo diz no verso 5: “foge”. Fugir aqui não é covardia não, fugir aqui é coragem. Se o homem fugisse da ganância, do sexo irresponsável, do amor de si mesmo, ele não estaria hoje colhendo vergonhosamente os frutos malditos da sua semeadura insensata. Fugir para onde? Fugir para os braços de Deus, fugir para Jesus Cristo, refúgio eterno, fugir para uma nova vida, um novo coração, uma nova mente, fugir para aquele que pode mudar nossa vida, transformar o nosso coração, perdoar o nosso pecado e nos dar a vida eterna.

Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, 4 traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, 5 tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes” 2ª Timóteo 3.1-5.

Rev. Hernandes Dias Lopes.

Recommended Posts
cruzespais convertidos