Qual a sua resposta ao evangelho?

Home / Mensagem / Qual a sua resposta ao evangelho?

field-of-rapeseeds-331571_1920Ninguém pode pode ficar neutro em relação a Jesus Cristo, foi ele quem disse: quem não é por mim, é contra mim, quem comigo não ajunta, espalha. A decisão é necessária, aliás alguém já disse com razão, que nós somos escravos da nossa liberdade; você não pode deixar de decidir. Talvez você argumente: bom, mas eu estou indeciso; pois, a indecisão é uma decisão, é a decisão de não decidir; e aqueles que decidem não decidir por Cristo, decidem-se contra Cristo. Quem não é por mim, é contra mim, disse Jesus. Qual é a sua resposta ao evangelho? Jesus Cristo para responder esta pergunta, contou uma parábola. Talvez uma das mais importantes parábolas registradas na Bíblia: A parábola do semeador.

Diz que o semeador saiu a semear e parte da semente caiu à beira do caminho. Esta semente foi pisada pelos homens e vieram as aves dos céus e comeram essa semente. Outra parte da semente caiu em solo rochoso, e porque não havia terra, e não havia umidade direito, essa semente brotou, mas logo secou com o calor do sol; e ela não frutificou.

Outra parte da semente caiu entre os espinheiros e ela nasceu forte, viçosa e bonita. Mas os espinhos cresceram e sufocaram aquela planta, e ela não prosperou, e não frutificou. A última parte caiu em boa terra, e esta cresceu e produziu a 30, a 60 e 100 por um. Aí, Jesus explica a parábola, mostrando que esta semente que cai à beira do caminho, é daquele ouvinte que ouvindo o evangelho, não entende, não compreende, não se interessa, e às vezes até escarnece, pisa essa semente, e logo diabo vem e arrebata essa semente do seu coração para que ele não creia e não seja salvo. Depois, vem a semente que caiu no solo rochoso, e o Senhor Jesus diz que essa semente, por não ter raiz profunda, ela nasce, mas não cresce a ponto de frutificar. E Jesus explica isso: vindo as tribulações da vida e as perseguições por causa da Palavra, esta pessoa se escandaliza e vai embora.

Clique e assista ao vídeo desta mensagem!

Clique e assista ao vídeo desta mensagem!

A que cai no meio dos espinheiros é sufocada e não pode crescer. E Jesus fala desse coração, então, concorrido, ocupado, disputado com as preocupações do mundo, com a fascinação da riqueza, e a pessoa se encanta então com outras coisas e despreza o evangelho, e então veio a semente que caiu em boa terra. É aquela pessoa que ouve a palavra de Deus que entende a palavra de Deus que acolhe a palavra de Deus e esta então frutifica a 30, a 60, e a cento por um. Então, existem algumas exortações aqui: que tipo de solo é o seu coração? Que tipo de ouvinte a você? Que tipo de resposta você tem dado ao evangelho? Talvez você é aquele solo “beira do caminho”. A palavra de Deus vem à sua vida, mas você não acolhe; é como chuva em cima da pedra, você é indiferente, você rejeita, você pisa, e o diabo rebate essa palavra do seu coração, da sua mente, e ela nem chega a germinar no seu coração. Há um grande risco de você rejeitar o evangelho e ao rejeitá-lo, você rejeita para a sua própria condenação. Porque esta palavra é viva, ela opera por si mesma; o evangelho é este bom perfume de Cristo; para um, cheiro de vida para a vida, para outros, cheiro de morte para a morte. A palavra de Deus produz vida naqueles que recebem-na, e a palavra de Deus produz morte para aqueles que a rejeitam.

Mas talvez você é aquele coração solo rochoso; não tem raiz, porque? Porque o evangelho que você abraçou não é o verdadeiro evangelho, você abraçou o evangelho das facilidades, teologia da prosperidade, curas, milagres, facilidades, benesses, apenas para esta vida. Mas quando chega a luta, quando chega a prova, quando chega a perseguição, quando chegam as tribulações da vida, vocês se escandaliza: não, não é bem isso que eu queria, não é bem isso que eu esperava, e então você não abraçou o verdadeiro discipulado, levando a cruz, renunciando por amor de Cristo, e você abandona, porque você abraçou outrora um falso evangelho; cuidado com o falso evangelho, ele produz falsas expectativas. Mas o solo cheio de espinhos, Jesus Cristo disse que é aquele indivíduo que fica com o seu coração cheio de muitos outros interesses. Ele se preocupa com os cuidados do mundo, com os prazeres do mundo, com as fascinações da riqueza, o coração dele quer quer servir a Deus, mas também quer agradar o mundo; ele está querendo navegar no rio da vida com um pé na canoa do mundo, e um pé na igreja; e essa pessoa tem o coração dividido com muitos outros interesses. Aquele que não amar a Cristo mais do que a sua própria vida ou aquele que amar a riqueza, não pode servir a Deus. Então, nesta vida, o evangelho não vai produzir frutos e então quem não produz fruto, esse vai ser lançado fora, e ali haverá choro e ranger de dentes.

Mas bendito seja Deus, o evangelho cai em boa terra, o que significa isso? É aquela pessoa que ouve a palavra, é aquela pessoa que entende o evangelho, é aquela pessoa que acolhe o evangelho, é aquela pessoa que crê e quer crescer na graça do conhecimento de Cristo, é aquela pessoa que frutifica em toda boa obra. A Bíblia diz que o projeto de Deus na sua, na minha, na nossa vida, é que produzamos muito fruto para a glória de Deus, é que a nossa vida glorifique a Deus, é que as nossas obras tragam glória para o nome de Deus e abençoe as pessoas que estão à nossa volta. Hoje você pode ouvir a palavra, como você está ouvindo agora, hoje você pode arrepender-se dos seus pecados, hoje você pode crer no Senhor Jesus, hoje você pode começar um processo de santificação da sua vida, hoje você pode ser transformado de glória em glória, na imagem de Cristo, hoje você pode ter uma vida plena e abundante em Cristo Jesus, produzindo muito fruto para a glória de Deus.

“Ouçam, portanto, o que significa a parábola do semeador. A todos os que ouvem a palavra do Reino e não a compreendem, vem o Maligno e arrebata o que lhes foi semeado no coração. Este é o que foi semeado à beira do caminho. O que foi semeado em solo rochoso, esse é o que ouve a palavra e logo a recebe com alegria. Mas ele não tem raiz em si mesmo, sendo de pouca duração. Quando chega a angústia ou a perseguição por causa da palavra, logo se escandaliza. O que foi semeado entre os espinhos é o que ouve a palavra, porém as preocupações deste mundo e a fascinação das riquezas sufocam a palavra, e ela fica infrutífera. Mas o que foi semeado em boa terra é o que ouve a palavra e a compreende; este frutifica e produz a cem, a sessenta e a trinta por um” Mateus 13.18-23

Rev. Hernandes Dias Lopes

Recent Posts
tronoClique e assista ao vídeo desta mensagem!