O novo mandamento

Home / Mensagem / O novo mandamento

adventure-1807524_1920Eu quero lhe fazer uma pergunta, uma pergunta diagnóstica: qual é o distintivo mais eloquente e decisivo pra você identificar um verdadeiro discípulo de Jesus? Qual é a marca distintiva de um verdadeiro cristão? Nós temos muitas religiões no mundo, muitas denominações religiosas no mundo, muitos estilos de pregação no mundo, mas como você pode no meio de tantas vozes, de tantas propostas religiosas, identificar um verdadeiro discípulo de Jesus? No texto que nós lemos, Jesus Cristo disse: novo mandamento vos dou, que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei, que vos ameis uns aos outros, nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns pelos outros.

Francis Schaeffer , considerado, por alguns, como o maior intérprete do cristianismo do século 20, disse que o amor é a apologética final, é o argumento irresistível, e precisamos então entender algo tão importante no Brasil: muitas vezes você encontra, até no meio da liderança religiosa das denominações, tantas disputas, tantas guerras, tantas brigas por posições teológicas, por correntes ideológicas, mas Jesus Cristo está nos mostrando que o que nos distingue como discípulos é o amor; é claro que nós temos balizas, claras e seguras, da nossa fé; o evangelho da graça, a pessoa de Jesus Cristo, a infalibilidade das Escrituras, a salvação pela graça, mas muitas vezes corre-se o risco da pessoa crescer em conhecimento e ter todas as informações claras e seguras e bíblicas na sua mente, mas ter o coração cheio de mágoa, de rancor, e não demonstrar este amor às pessoas. Jesus Cristo, filho de Deus, varão perfeito, o homem perfeito, ele demonstrou amor, até mesmo pelos seus inimigos. Ele foi compassivo, ele foi generoso, ele acolheu os in-acolhíveis, ele abraçou in-abraçáveis, ele recebeu os quebrados e machucados, nunca alguém o procurou com o coração sincero e quebrantado, que tenha sido despedido vazio.

Clique e assista ao vídeo desta mensagem!

Clique e assista ao vídeo desta mensagem!

Desta forma, esse mandamento nos ensina três coisas: primeira, este mandamento é novo, porque o amor que Jesus está estabelecendo aqui, diferentemente daquilo que já tinha sido ensinado sobre o amor, ele tem uma nova natureza, por isso Jesus diz: novo mandamento vos dou. Por quê? Porque o padrão é maior; o que nós já tínhamos aprendido até então é que nós deveríamos amar o nosso próximo como a nós mesmos. Isso tem um limite, isso tem uma cerca demarcatória, todos nós amamo-nos a nós mesmos, e amar o próximo segue esta baliza. Mas Jesus amou-nos mais do que a si mesmo, ele amou-nos e deu sua vida por nós, ele amou-nos e morreu por nós e agora a Bíblia diz que nós devemos amar como Jesus nos amou, e também dar a nossa vida pelo nosso irmão. É amar o nosso próximo mais do que a nós mesmos, é amar o nosso irmão mais do que a nós mesmos; este é o novo mandamento. A grande pergunta é: você tenha amado assim? Você tem abençoado as pessoas? Você tem socorridos os aflitos? Você tem estendido a mão às pessoas que jazem à sua volta? Você tem demonstrado amor com as suas palavras, com as suas atitudes, com as suas ações, com as suas reações? Você tem contribuído para que aquelas pessoas que estão machucadas e feridas sejam levantadas e restauradas? Você tem distribuído este amor que perdoa, este amor que aceita, este amor que transforma, este amor que renova a esperança das pessoas?

Novo mandamento vos dou. Note que Jesus Cristo disse: nisto conhecerão todos que sois meus discípulos. Este amor ele tem um impacto evangelístico, é quando os crentes, os cristãos, os discípulos de Jesus Cristo se amam, é que o mundo vai ser impactado; vejam como eles se amam, olha como eles cuidam dos outros, olha como eles velam uns pelos outros, olha como eles socorrem uns aos outros; e desta maneira, quando a igreja vive este novo mandamento, então o mundo abre os olhos para ver, de fato, que nós somos verdadeiros discípulos do Senhor Jesus Cristo. A Bíblia diz que você pode ter todos os dons, se você não tiver esse amor, não tem proveito nenhum; você pode ter muito conhecimento, dominar toda a ciência, se você não tiver esse amor, nada disso aproveitará; você pode ter fé, tão robusta, mas se lhe faltar este amor, também isso não vai ter proveito; você pode até fazer gestos sacrificiais, e dar o seu próprio corpo para ser queimado, e doar todos os seus bens, mas se a motivação não for esse amor, nada disso aproveita.

Este amor é paciente, é benigno, esse amor não arde em ciúmes, não se ensoberbece, não se ufana, este amor não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade, este amor não procede inconvenientemente, este amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta, este amor jamais acaba. Você ama a si? Você pode ser considerado um verdadeiro discípulo do Senhor Jesus? Você não é considerado um verdadeiro discípulo do Senhor Jesus pelo grau de conhecimento que você, tem pela sua capacidade de argumentação, ou pelo fato de você frequentar esta ou aquela igreja, ou pelo fato de você subscrever ou defender esta ou aquela corrente teológica, você é conhecido como verdadeiro discípulo do Senhor Jesus quando você ama como Cristo amou você, e deu a sua vida por você. Que Deus traga sobre nós um renovo deste amor, amor genuíno, verdadeiro, sacrificial; e que o mundo possa ser impactado por este amor, para que todos possam saber que verdadeiramente nós somos discípulos do Senhor Jesus Cristo.

“Eu lhes dou um novo mandamento: que vocês amem uns aos outros. Assim como eu os amei, que também vocês amem uns aos outros. Nisto todos conhecerão que vocês são meus discípulos: se tiverem amor uns aos outros” João 13.34-35

Rev. Hernandes Dias Lopes

Recent Posts
Clique e assista ao vídeo desta mensagem!Clique e assista ao vídeo desta mensagem!