Embriaguez não! Plenitude do Espírito sim!

Home / Mensagem / Embriaguez não! Plenitude do Espírito sim!

vinhoEu hoje tenho visto com certa preocupação, em muitos setores da vida cristã evangélica deste país, muitos crentes, que a título de beberem de forma moderada, exagerando. E temos visto com tristeza, até, que em muitos lares daqueles que são chamados cristãos, os pais introduzem seus filhos na bebida alcoólica. E isso traz consequências danosas e até muito perigosas para as futuras gerações.

O apóstolo Paulo está revelando, pra nós aí, o perigo da embriaguez; e ele faz aqui, primeiramente, uma comparação rasa e superficial entre a embriaguez e a plenitude; porque uma pessoa embriagada, ela está debaixo da influência do álcool, ela é dominada e dirigida pelo álcool, suas palavras e suas ações são governadas por este domínio do álcool sobre a sua vida, e de igual forma, uma pessoa cheia do Espírito Santo, ela também tem suas palavras, suas ações e suas reações governadas pelo Espírito Santo. Mas aqui há um contraste profundo, se a embriaguez leva à dissolução, à vergonha, ao próprio, ao vexame público, à derrotas fragorosas, à destruição dos vínculos, ao colapso do casamento, à falência da família, à destruição do caráter, da honra, do nome, à plenitude do Espírito Santo, ao contrário disso, leva você à uma vida de bem aventurança, de equilíbrio, de domínio próprio, de glorificação ao nome de Deus, a ponto de você viver para a glória de Deus, de você ter boas relações com o seu próximo, de ser uma benção dentro da sua família, de ser um instrumento nas mãos de Deus para abençoar a sociedade e o mundo.

A embriaguez tem trazido tantas dores, consequências tão trágicas, no Brasil vemos tantas famílias destruídas por causa do álcool, da embriaguez, tantos casamentos desfeitos, tantos acidentes de trânsito, tantos assassinatos passionais. Em uma pesquisa realizada no Brasil, cerca de 50% de todos os acidentes de trânsito, de todos os assassinatos, têm por trás a tragédia da embriaguez. Eu não sei a sua realidade, eu não sei como é que você vive, mas quem sabe você é uma pessoa de bem, quem sabe você é uma pessoa com tantas responsabilidades sobre a sua vida, e você está andando nesse caminho perigoso, escorregadio da bebida. Talvez você pense que você está no controle, mas você já perdeu o controle. É triste quando um pai precisa buscar um filho na rua ou quando um filho precisa buscar um pai bêbado, num bar. É triste quando a esposa tem que ir à rua buscar o seu marido embriagado. É muito triste quando a família se torna vítima dessa tragédia nacional que se chama alcoolismo. Então eu quero encorajar você a buscar ajuda, a pôr um ponto final nessa história que tem trazido tanta dor, tantas lágrimas, tanta vergonha, tanto vexame para a sua casa. Eu quero encorajar você a buscar a Deus, a buscar a palavra de Deus, a buscar uma experiência gloriosa com o Espírito Santo de Deus e em vez de você ser cheio de álcool cheio de embriaguez você cheio do Espírito Santo.

0614 - Embriaguez não, plenitude do Espírito sim

Clique e assista ao vídeo desta mensagem!

Quando o Espírito Santo entra em nossa vida, nós não precisamos de um alegria química, nós não precisamos de rasgar a cara em ruidosas gargalhadas, nos happy hours da vida, quando você está cheio do Espírito Santo; há louvor nos seus lábios, há pureza no seu coração, há gozo na sua vida, há entusiasmo para viver. Se a embriaguez produz dissolução, a plenitude do Espírito produz vida e vida em abundância.

O apóstolo Paulo está mostrando para nós que a plenitude do Espírito Santo é uma ordem divina, e você nota no texto duas ordens bem claras: uma negativa e a outra positiva. A negativa é não vos embriagueis, a positiva é enchei-vos do Espírito. Se é pecado ser uma pessoa dominada pelo álcool, render-se à embriaguez, também é pecado não ser cheio do Espírito Santo.

E agora eu quero me dirigir a você que diz ser um cristão, você está cheio do Espírito Santo? Suas palavras refletem isso? Suas ações refletem isso? Seu comportamento dentro de casa reflete isso? Sua postura lá no seu trabalho reflete isso? Quando você está cheio do Espírito Santo, diz a bíblia, que você fala com seus irmãos, com as pessoas que vivem à sua volta, de uma maneira diferente. Suas palavras são palavras de vida, de exaltação a Deus, que abençoa as pessoas. Quando você está cheio do Espírito Santo você tem gratidão no seu coração, em vez de você ficar usando palavras chulas, ou às vezes você destilar do seu coração e dos seus lábios: amargura e ressentimento, você tem gratidão, você tem louvor nos seus lábios. Em vez de você ser egoísta, você tem a disposição de servir uns aos outros. Você está cheio do Espírito Santo? Hoje você está numa encruzilhada, você precisa tomar uma direção, o evangelho sempre exige de nós uma decisão. O que você vai fazer? Ser dominado pelo álcool e entrar numa estrada escorregadia de vergonha e dissolução? Ou você vai render-se a Cristo, recebendo-o como seu salvador pessoal e ser cheio do Espírito Santo? É o caminho da vida ou o caminho da morte, é o caminho da bem-aventurança ou da maldição, é o caminho da perdição eterna ou da vida eterna. Hoje Deus propõe a você a vida, hoje Deus oferece a você a salvação, hoje Deus tem para você a plenitude do Espírito Santo.

“E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais, dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo.” Efésios 5.18-21

Rev. Hernandes Dias Lopes

Recommended Posts
livrohistoriaesperança