Das trevas para luz

Home / Mensagem / Das trevas para luz

cave-2604672_1920Jesus estava caminhando para Jerusalém, era a festa da páscoa. Naquela semana Jesus Cristo seria preso, julgado, condenado e crucificado. Ele passava por Jericó, a última cidade aduaneira, onde as caravanas poderiam pagar seus impostos, suprir suas necessidades e subir para a cidade de Jerusalém. Era a última vez que Jesus passaria por Jericó; e ali, à beira do caminho, estava um homem chamado Bartimeu; ele era cego e mendigo, faltava luz nos seus olhos e dinheiro no seu bolso. Um cego não têm para onde ir, um mendigo não tem como ir; e este homem, diz a Bíblia, aproveita a passagem de Jesus por Jericó e clama a ele: “Jesus, filho de Davi, tem compaixão de mim!”. A multidão, a grande multidão que acompanhava Jesus para aquela grande festa de Jerusalém, onde a cidade recebia cinco vezes a sua população, quintuplicava sua população, ouvindo Jesus enquanto caminhava, muitos repreenderam aquele cego para que ele se calasse, mas ele gritava ainda mais alto: “Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim!”. Diz a Bíblia que Jesus parou e disse chamai-o. Então foram chamar o cego e disseram: “tem bom ânimo, Jesus chama você”. Ele lançou de si sua capa, deu um salto e se levantou, e foi ter com Jesus. E Jesus perguntou para ele: “o que você quer que eu te faça?”. Ele respondeu: “mestre, que eu torne a ver”. Jesus Cristo disse pra ele: “a tua fé salvou!”. Imediatamente ele passou a ver a seguir a Jesus estrada afora.

Aqui há algumas lições que eu gostaria de pensar com você: primeiro, Bartimeu procura a Jesus no tempo certo; era a última oportunidade, era a última vez que Jesus passaria por Jericó. A oportunidade vem na nossa vida e passa; você nunca sabe se esta é a última oportunidade da sua vida, por isso, a Bíblia diz assim: “se hoje, você ouvir a voz de Deus, hoje é o dia da salvação”.

Clique e assista ao vídeo desta mensagem!

Clique e assista ao vídeo desta mensagem!

Mas Bartimeu não só procura Jesus no tempo certo, mas procura a pessoa certa. Ele grita: Jesus, filho de Davi, tem compaixão de mim. Filho de Davi é um termo messiânico. Note você que em toda a história do Velho Testamento, em mais de mil e cem anos usados para escrever o Velho Testamento, não há nenhum registro de um cego curado, não há cura de cego no Velho Testamento, mas havia uma profecia de que quando o Messias viesse, os cegos haveriam de ver; e ele entende que aquilo que os escribas, fariseus e sacerdotes não conseguiam ver, ele sabia que aquele Jesus era o messias, ele clama a Jesus. Você precisa entender isso também: não há esperança fora de Jesus, não há salvação fora de Jesus, só ele veio ao mundo para salvar os pecadores, ele é o salvador do mundo e você precisa pôr a sua confiança nele.

Em terceiro lugar, Bartimeu clama na hora certa à pessoa certa, mas ele faz mais, ele faz isso com um gesto de humildade. Ele não pediu justiça, ele não reivindicou direitos, ele pede clemência, misericórdia e compaixão. Você precisa se humilhar debaixo da poderosa mão de Deus; diante de Deus não adianta arrogância, soberba, presunção. A Bíblia diz que Deus habita com o abatido e contrito de coração.

Mas, mais do que isso, esse homem clama a Jesus com desprendimento. Diz a Bíblia que, quando Jesus o chama, ele lança de si a capa. Aquela capa era sua cama, aquela capa era sua proteção, protegia do calor do deserto durante o dia e o protegia do frio gelado da noite. Ele se desvencilhou daquilo que talvez fosse mais importante para ele. Se você precisa ir a Jesus, e você hoje precisa ir a Jesus, você precisa se desvencilhar de coisas e pessoas, relacionamentos que prendem você, que amarram você, e ter coragem de se desprender; aquilo que talvez você julga que seja a coisa mais importante da sua vida.

Mas, mais do que isso, Bartimeu quebra a psicologia do cego; cego não salta, cego não pula, cego apalpa o terreno primeiro, mas a Bíblia diz que ele se levantou com um salto e foi ter com Jesus. O pai de existencialismo moderno, Soren Kierkegaard, disse que fé é um salto no escuro; ora, a experiência de Bartimeu prova o contrário, fé não é um salto no escuro, fé é um salto nos braços de Jesus. Bartimeu salta, não no escuro, ele salta nos braços do salvador. Mas, mais ainda, Bartimeu clama com aspecto específico à sua necessidade; quando Jesus pergunta a ele: “o que é que você quer que eu te faça?”. Ele respondeu: “mestre, que eu torne a ver”.

Agora mesmo, Jesus está olhando pra você e perguntando a você: “o que você quer que eu faça da sua vida? Onde você precisa de mudança? Onde você precisa um toque restaurador, transformador, regenerador, o Espírito Santo de Deus na sua vida? O que é que você quer que Jesus faça na sua vida? Qual é a área que precisa ser trabalhada na sua vida?”. Pois agora mesmo, Jesus pode fazer um milagre na sua vida, como fez na vida de Bartimeu. Ele disse: mestre, Jesus Cristo disse: a tua fé te salvou; ele pediu cura física e Jesus deu a ele o perdão dos pecados, porque Jesus viu que havia uma cegueira mais terrível do que a cegueira física, a cegueira espiritual. A maior necessidade sua não é de uma cura física, de uma enfermidade, é de perdão por seus pecados; é de você ser salvo, de você receber a vida eterna. Bartimeu foi salvo,  Bartimeu foi curado, imediatamente ele tornou a ver. Quando Jesus cura, ele cura completamente; a cura que Jesus opera é verificável, ele passou a ver imediatamente. Ele não era um cego de nascença, por isso ele voltou a ver, ele voltou a ter luz nos olhos, e ele recebeu luz na sua alma, ele recebeu salvação. A consequência disso é que ele se tornou um discípulo e seguia Jesus estrada afora; para Jerusalém, onde Jesus teria preso, julgado, condenado e crucificado. Aquele que não toma a sua cruz e não segue a Jesus, não pode ser seu discípulo. Quem sabe hoje, você possa se render a ele, receber luz na sua alma, e se tornar um discípulo de Jesus.

“E foram para Jericó. Quando Jesus saía de Jericó, juntamente com os discípulos e numerosa multidão, Bartimeu, um cego mendigo, filho de Timeu, estava sentado à beira do caminho e, ouvindo que era Jesus, o Nazareno, começou a gritar: — Jesus, Filho de Davi, tenha compaixão de mim! E muitos o repreendiam para que se calasse, mas ele gritava cada vez mais: — Filho de Davi, tenha compaixão de mim! Jesus parou e disse: — Chamem o cego. Chamaram, então, o cego, dizendo-lhe: — Coragem! Levante-se, porque ele está chamando você. Atirando a capa para o lado, o cego levantou-se de um salto e foi até onde estava Jesus, que lhe perguntou: — O que você quer que eu lhe faça? O cego respondeu: — Mestre, que eu possa ver de novo. Então Jesus lhe disse: — Vá, você foi salvo porque teve fé. E imediatamente passou a ver e foi seguindo Jesus estrada afora” Mateus 10.46-52

Rev. Hernandes Dias Lopes

Recommended Posts
jordan-whitt-145327-unsplashClique e assista ao vídeo desta mensagem!