A Singularidade de Jesus

Home / Mensagem / A Singularidade de Jesus

aaron-burden-233840-unsplashA Bíblia diz que Jesus estava com seus discípulos em um frágil barco, atravessando o mar da Galiléia, o lago de Genesaré; quando Jesus, depois de ter ensinado uma grande multidão, entra nesse barco e disse para os discípulos: passemos para a outra margem. E enquanto navegavam, Jesus foi para trás do barco, pegou um travesseiro e dormiu, neste momento vem uma terrível tempestade que assola aquele barco, e os discípulos, depois de esgotados todos os seus recursos, vendo que o vento tornava-se mais rijo, as ondas mais revoltas e o barco estava se enchendo de água, chegam a Jesus desesperados e fazem a seguinte pergunta: mestre, não te importa que pereçamos? Então, Jesus se desperta, repreende o vento, repreende o mar, fazendo-se grande bonança, e Jesus pergunta aos discípulos assim: porque sois assim tímidos? Como é que não tendes fé?

E diante deste fato glorioso, da tempestade se curvar diante da autoridade suprema de Jesus, o mar se acalmando, o vento se abrandando, os discípulos se entreolham, e fazem a seguinte pergunta: Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem? Tão curiosa essa pergunta, porque na vida nós enfrentamos tempestades também, elas são inevitáveis, elas são imprevisíveis, elas são inadministráveis, tantas vezes nós somos assolados por problemas que conspiram contra nós, não temos saída, os nossos recursos se esgotam, o medo toma conta do nosso coração, a morte mostra pra nós a sua carranca. Nestas horas nós também ficamos aflitos e chegamos para Jesus com esta pergunta em toda censura: mestre, não te importas que pereçamos? Estamos aflitos, estamos angustiados, não vais fazer nada? Não estás vendo o perigo que estamos passando? Pois é nesta hora, que você chega ao seu limite, que você não tem mais saída, você está emparedado, você está encurralado, você está acuado, é que Jesus se levanta para pôr um ponto final na sua dor, na sua angústia, no seu medo; porque ele é aquele que tem toda a autoridade sobre as leis da natureza, porque ele criou o universo, ele tem todo o poder sobre a enfermidade, ele tem todo o poder sobre os demônios, ele tem todo o poder sobre a morte, ele tem todo o poder e tem toda a autoridade nos céus e na terra. Diante do milagre da calmaria, depois de uma terrível tempestade, os discípulos agora estão encantados com Jesus, eles já conheciam Jesus, já eram discípulos de Jesus, já tinham visto tantos milagres de Jesus, mas diante deste fato extraordinário, parece que um senso de admiração profunda toma conta deles, e então eles fazem esta gloriosa pergunta:

Quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem? E nós poderíamos dizer que este é aquele que lá na eternidade, antes da criação do mundo, junto com o Pai, com o Espírito Santo, estava traçando um plano eterno, vitorioso, perfeito para a história da humanidade. Quem é este? Este é o criador do universo, todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele, nada do que foi feito se fez. Quem é este? Este é aquele que sustenta todas as coisas pela palavra do seu poder. Quem é este? Este é a semente da mulher, que nasceu esmagar a cabeça da serpente. Quem é este? Este é aquele que tem as rédeas da história em suas mãos, aquele que destrona reis e coloca reis no trono. Quem é este? Este é o Rei da glória, o Rei dos reis, o Senhor dos senhores, aquele que venceu para abrir o livro e desatar-lhe os selos. Quem é este? Este é aquele que foi simbolizado pelo cordeiro da páscoa, de quem os profetas falaram, para quem os patriarcas apontaram. Quem é este? Este é aquele que foi representado pelas festas de Israel, representado pelo tabernáculo, representado pelo templo, este é aquele cujo sábados dos judeus era apenas sombra do descanso que ele viria oferecer. Este é aquele para quem toda a história apontava e que na plenitude dos tempos veio nascido de mulher, nascido sob a lei, para ser o nosso redentor. Quem é este? Este é o Verbo que se fez carne, o Verbo eterno, o Verbo pessoal, o Verbo divino, o Verbo auto-existente, o Verbo Criador, o Verbo que é a luz do mundo, este Verbo se fez carne e habitou entre nós cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai. Quem é este? Este é aquele que andou por toda parte fazendo o bem, libertando os oprimidos do diabo; os cegos viram, os mudos falaram, os surdos ouviram, os coxos andavam, os leprosos eram purificados, os mortos ressuscitaram pela palavra do seu poder. Quem é este? Este é aquele que, por amor de você, entrou na história, Deus se fez homem, o rico se fez pobre, o santo, santo, santo, se fez pecado por nós, e ele não se envergonhou da própria cruz, mas pela alegria que lhe estava proposta, foi ao calvário para morrer em seu lugar, em seu favor, para lhe dar a vida eterna.

Clique e assista ao vídeo desta mensagem!

Clique e assista ao vídeo desta mensagem!

Quem é este? Este é aquele que suportou o juízo de Deus, que devia cair sobre a sua e a minha cabeça, este é aquele que bebeu o cálice amargo da ira de Deus, para que você e eu pudesse beber das fontes da vida eterna. Quem é este? Este é aquele que morreu pelos nossos pecados, mas ressuscitou para nossa justificação, este é aquele que quebrou a espinha dorsal da morte, matou a morte, triunfando sobre ela, com a sua gloriosa ressurreição. Quem é este? Este é aquele que voltou para o céu, assentou à destra de Deus vitoriosamente, derramou o Espírito Santo sobre a igreja, está intercedendo por nós como sumo sacerdote, como nosso advogado supremo. Quem é este? Este é aquele que vai voltar pessoal, visível, audível, inesperada, repentina e gloriosamente, para buscar a sua igreja. Quem é este? Este é o juiz de toda terra, que vai julgar vivos e mortos, este é aquele que vai então decifrar os segredos do coração dos homens, este é aquele que vai conduzir o seu povo, seu rebanho para a pátria celestial, para o gozo eterno, para a mansão celestial, dizendo aos seus amados, a quem ele salvou com seu sangue: vinde, benditos de meu Pai, entrem na posse do Reino que está preparado para vocês, desde a fundação do mundo. Quem é este? Este é o nosso glorioso Salvador, ele é o Rei dos reis, ele é o Senhor dos senhores, ele é o sol da justiça, ele é a estrela da manhã, ele é o cordeiro que morreu para comprar, com seu sangue, aqueles que procedem de toda tribo, raça, povo, língua e nação. Quem é este? Este é o amado da nossa alma, este é o caminho para Deus, este é a porta do céu, este é o único mediador entre Deus e os homens, este é o único nome dado entre os homens pelo qual importa que sejamos salvos, este é a nossa alegria, a nossa paz, a nossa recompensa, a nossa herança, a razão da nossa vida, este é Jesus, o único que pode perdoar os seus pecados, e dar a você a vida eterna.

“Naquele dia, sendo já tarde, disse-lhes Jesus: passemos para a outra margem. E eles, despedindo a multidão, o levaram assim como estava, no barco; e outros barcos o seguiam. Ora, levantou-se grande temporal de vento, e as ondas se arremessavam contra o barco, de modo que o mesmo já estava em encher-se de água. E Jesus estava na popa, dormindo sobre o travesseiro; eles despertaram e lhe disseram: Mestre, não te importa que pereçamos? E ele despertando, repreendeu o vento e disse ao mar: acalma-te, emudece! O vento se aquietou e fez-se grande bonança. Então, lhes disse: por que sois tímidos?! Como é que não tendes fé? E eles, possuídos de grande temor, diziam uns aos outros: quem é este que até o vento e mar lhe obedecem?” Marcos 4.35-41

Rev. Hernandes Dias Lopes

Recommended Posts
Clique e assista ao vídeo desta mensagem!Clique e assista ao vídeo desta mensagem!